Pesquisa personalizada

Pure Evil Radio - AL

segunda-feira, março 19, 2007


Em Meu leito
(Zenitilde Neto)

Quando ouvires a brisa fria da noite entre seus cabelos,
Lembre da minha voz sussurando em seu ouvido.
Quando tu vires à luz da lua, imagine que estou guiando seus passos.
Se chorar sinta meu abraço caloroso, envolvendo seu corpo
Envolvendo daquele tremor de medo e frio, mas
tente jamais chorar, pois o que passamos juntos não lhe da satisfação.
Deixe que a chuva desabafe por nós.

Ao fechar os olhos veja minha face com um sorriso,
Um sorriso impávido lhe instruindo a continuar,
Um sorriso daquele que nunca deixou de te amar,
E que nunca esquecerá um simples olhar teu.

Seu aroma continua perfumando minha vida,
Onde quer que eu caminhe, continuo a senti-lo,
Acho que realmente seu cheiro era o portal,
O portal para a eternidade.

Nunca esqueça minhas palavras,
Por menor que elas sejam, por mais complexas que pareçam,
Não as guarde na memória, guarde junto de seus desejos mais profundos,
Sinta como se eu as pronunciasse eternamente.

Lembre-se, eu te amo e sempre te amarei...
Adeus minha princesa


share your files at box.net

4 comentários:

Geo disse...

Oo

Caramba!
Parece mesmo amar...
Muito lindo, escritor.

Leve, sólido, firme, sereno.. verdadeiro.

Um beijo!

**fikei surpresa ao acabar de ver teu comentário lá! e feliz tmb! =)

Carlos Anderson disse...

Gostei mais desse!!
Tá massa, algumas frases dos seus poemas me faz lembrar das letras do Iron, tais se inspirando nelas? heheheheheh!!
Depois de uma olhada no meu, oks?
Até + zeno!!

Carlos Anderson disse...

Apróposito... o site é...
www.lightseas.blogspot.com
Até...

bianca disse...

Gostei do:
"Deixe que a chuva desabafe por nós."